Missão do Ministério Público Federal: Proteger os Ricos

Os procuradores da República, aqueles heróis de palcos e holofotes, gostam do gás a 80 reais o botijão. Os pobres estão desmatando para ter lenha. Mas isso não importa.

Com o botijão a 80 reais os casos de queimaduras domésticas por uso de fogareiro a álcool dispararam. Porém, isso não interessa. Creio até que os procuradores gostem desse quadro. Afinal, pra que pobres?

O absurdo que eles enxergaram no gás, e que os levou a ajuizar ação civil pública de improbidade administrativa contra antigos membros do Conselho de Administração da Petrobrás, é o preço do gás de cozinha ter ficado controlado de 2009 a 2012.

Pobre comprando botijão de gás a 38 reais por 3 anos? Absurdo! Criminoso! Como ficam os investidores? Vamos processar os culpados!

Essa atuação dos procuradores serve para proteger interesses da República? Ou o de alguns milhares de investidores?

As lendas medievais inglesas contam uma história semelhante. Haviam personagens como os procuradores. Eram os xerifes dos nobres. Perseguiam os famintos que ousassem caçar nas terras dos barões, condes, duques…

Detalhe: sempre se davam mal no fim da história.